Área do Cliente

Insira seu usuário e senha para acesso ao escritório virtual

Notícias

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - São Paulo, SP

Máx
34ºC
Min
23ºC
Predomínio de

Terça-feira - São Paulo, SP

Máx
24ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Nova Lima, MG

Máx
36ºC
Min
24ºC
Predomínio de

Terça-feira - Nova Lima, MG

Máx
36ºC
Min
24ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Belo Horizonte, MG

Máx
35ºC
Min
21ºC
Predomínio de

Terça-feira - Belo Horizonte,...

Máx
35ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

15/09/2020 - 15h10Capelinha inaugura dez leitos de UTIVerba de penas pecuniárias ajudou a garantir atendimento de pacientes de covid-19

  Verbas pecuniárias foram usadas na compra de equipamentos de UTI para hospital de Capelinha, em iniciativa que contou com vários parceiros públicos e privados Em uma ação conjunta com a Comarca de Capelinha, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) viabilizou o aparelhamento de uma nova unidade de tratamento intensivo (UTI) para o enfrentamento da pandemia de covid-19 na região do Vale do Jequitinhonha. A iniciativa também contou com a participação do município, do Ministério Público, da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), entre outras entidades públicas e privadas. Foram disponibilizados R$ 180 mil, provenientes de prestações pecuniárias, para a compra de novos aparelhos, entre eles 12 bombas de infusão, 4 monitores multiparâmetro e 1 analisador de gasometria. A destinação desses valores para financiamento de projetos nas comarcas é regulamentada pelo Provimento Conjunto 27/2013 da Corregedoria-Geral de Justiça do TJMG. A juíza Camila Gonçalves de Souza Vilela, da Vara de Execuções Penais de Capelinha, destaca que, com a aprovação desse projeto, foi possível aparelhar 10 novos leitos de UTI para o atendimento de pacientes infectados pelo novo coronavírus na região. Vazio assistencial Os novos leitos da ala de covid-19 do hospital estão habilitados por 90 dias. Em nota, a Fundação Hospitalar São Vicente de Paulo, da cidade de Capelinha, afirmou que já está trabalhando para que eles permaneçam e possam atender outros quadros clínicos após a pandemia. O projeto deve reduzir o vazio assistencial na região, que até então contava com apenas dois leitos de UTI. A juíza Camila Gonçalves comemorou a iniciativa. “Agradecemos a todos que contribuíram e se empenharam para que tudo desse certo. Continuemos unidos para que essa UTI seja definitiva em nosso hospital e atenda a demanda da nossa população.” Além do Poder Judiciário, participaram da iniciativa a empresa Café Três Corações, entidades, empresários, produtores rurais e toda a comunidade capelinhense, por meio da colaboração e de várias doações.  
15/09/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.